A importância da inventariação dos recursos hídricos subterrâneos: o caso da freguesia de Meinedo, Lousada

PAULA LEITE, ALBERTO GOMES, JOSÉ TEIXEIRA, MÁRCIA MARTINS

Os recursos hídricos subterrâneos são essenciais para a manutenção do equilíbrio ecossistémico. Assim, é fundamental gerir corretamente e monitorizar este recurso vital. A monitorização revela-se eficaz mediante uma inventariação prévia, a qual, aliada à medição de parâmetros físico-químicos, permite compreender a situação atual das emergências de águas subterrâneas, bem como aferir o estado do património natural e construído envolvente. Em Meinedo, efetuou-se uma inventariação que permitiu identificar e georreferenciar 32 hidropontos relacionados com emergências de águas subterrâneas, nomeadamente, fontanários, lavadouros e nascentes. Nos hidropontos identificados, as águas subterrâneas magnetenses revelaram, na generalidade, um pH ácido a neutro e uma condutividade baixa. Em síntese, este artigo pretende realçar a importância da água subterrânea como recurso, a atenção que deve merecer nas ações de ordenamento do território e evidenciar as inúmeras vantagens da inventariação dos hidropontos.